Serviços On-line ACIRP:

Para alterar a senha, clique aqui.

* acesso exclusivo aos associados da ACIRP

Consultas Boa Vista SCPC:

* acesso exclusivo aos associados da ACIRP

Núcleos empresariais

Programa Empreender

Núcleos setoriais
O Programa Empreender é um conjunto de ações cujo objetivo é o desenvolvimento e fortalecimento da micro e pequena empresa, através do associativismo.

O associativismo possibilita o acesso a muito mais recursos do que qualquer empresa ou profissional possui de forma isolada. Entretanto, é conhecida a alegação de que as barreiras culturais o impediriam de se tornar uma realidade no país. O associativismo é uma realidade de norte a sul do Brasil, mais do que isso: impulsiona qualquer tipo de negócio.

O Programa Empreender nasceu em 1991 e foi idealizado por um projeto desenvolvido pelas Associações Comerciais e Industriais de Santa Catarina, Blumenau, Brusque e Joinville, com o apoio do Governo Alemão, através da HWK - Câmara de Artes e Ofícios de Munique e Alta Baviera.

As primeiras ACIs participantes criaram uma entidade denominada Fundação Empreender com o objetivo de desenvolver a metodologia do Programa Empreender e disseminá-la no Brasil e na América Latina. O resultado obtido através desta experiência, levou a FACISC - Federação das Associações Comerciais e Industriais e o SEBRAE de Santa Catarina, com o apoio financeiro do SEBRAE - Nacional, a implantar o Projeto, a partir de 1997, em outros municípios do Estado.

A partir de 1999, o SEBRAE Nacional e a CACB - Confederação das Associações Comerciais do Brasil, iniciaram a implantação piloto do Programa Empreender em mais de 7 estados brasileiros: Alagoas, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Pernambuco, Paraná e Sergipe. Ao final de 2001, o Programa Empreender já estava implantado em 210 municípios, de 8 estados, beneficiando diretamente 12.183 micro e pequenas empresas, distribuídas em 3250 novos núcleos setoriais. A partir de 2002, iniciou-se a expansão do Empreender para todas as 27 unidades da Federação, com meta de atingir mais 650 municípios e beneficiar outras 32.500 MPE - micro e pequenas empresas, em 3.250 novos núcleos setoriais.

A partir de outubro de 2002 o projeto foi implantado em 120 cidades do estado de São Paulo pela FACESP - Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo e pelo SEBRAE-SP. Através do esforço da diretoria da ACIRP e da parceria com o SEBRAE - Ribeirão Preto, o projeto foi implantado na ACIRP.

Conheça nossos Núcleos

Saiba mais

Conheça tudo sobre o Programa Empreender

É um conjunto de ações cujo objetivo é o desenvolvimento e fortalecimento da micro e pequena empresa, através do associativismo.

 

Associativismo

A globalização dos mercados e o ritmo acelerado do progresso tecnológico impõem a necessidade de compartilhar recursos e experiências. Só assim, micro e pequenas empresas poderão reduzir os efeitos de problemas como produção insuficiente, pequeno volume de vendas, inexistência de economia de escala e barreiras de mercado. Problemas que ocasionam a morte prematura de muitos negócios.

O associativismo vence as múltiplas facetas do isolamento, representadas por alguns dos problemas abaixo:

 

› Raramente, micro e pequenas empresas podem, sozinhas, adotar ações de marketing, como análises de oportunidades e estudos de mercado.

› Sem recursos para desenvolver tecnologia, caem na armadilha de permanecer aferradas aos processos tradicionais de fabricação e, assim, perdem posição no mercado.

› Com baixo poder de barganha, pagam mais por matérias-primas e outros insumos que utilizam.

 

O associativismo possibilita o acesso a muito mais recursos do que qualquer empresa ou profissional possui de forma isolada. Entretanto, é conhecida a alegação de que as barreiras culturais o impediriam de se tornar uma realidade no país. O associativismo é uma realidade de norte a sul do Brasil, mais do que isso: impulsiona qualquer tipo de negócio.

 

“Uma união de pedras é edifício: uma união de tábuas é navio; uma união de homens é exército. E sem essa união tudo perde o nome e mais o ser. O edifício sem união é ruína; o navio sem união é naufrágio; o exército sem união é despojo. Até o homem (cuja vida consiste na união de alma e corpo) com união é homem, sem união é cadáver.

 

Pe. Antônio Vieira (1608-1697)

(Fonte SEBRAE)

Elevar a competitividade das micro e pequenas empresas, utilizando a estrutura e apoio da ACIRP Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto e do Escritório Regional do SEBRAE.

 

Objetivos Específicos:

› Promover o desenvolvimento dos diversos setores da economia

› Organizar as demandas e as necessidades empresariais

› Promover e fortalecer o associativismo

› Melhorar os resultados das micro e pequenas empresas (gestão e qualidade)

› Incentivar a busca de novos mercados e novas tecnologias

› Sensibilizar os empresários para a prática de comportamentos adequados frente aos desafios atuais e futuros

› Desenvolver novas lideranças empresariais

› Contribuir para o desenvolvimento da região de Ribeirão Preto

As micro e pequenas empresas – MPE têm, no Brasil, um alto índice de mortalidade, superando, em algumas regiões e em alguns setores, os 50%, no seu primeiro ano de vida. No Brasil, segundo pesquisa do SEBRAE, em cada dez micros e pequenas empresas, sete fecham antes de completarem cinco anos de existência. Esta elevada mortalidade tem razões conhecidas pelos órgãos de apoio e fomento de todos os países, como:

 

› Gestão deficiente

› Falta de formação do empresário e de seus funcionários

› Uso de tecnologias defasadas

› Baixa qualidade dos produtos/serviços ofertados

› Dificuldade para acessar linhas de crédito

 

Por outro lado, mais de 95% de todas as empresas dos países, desenvolvidos ou em desenvolvimento, são micro e pequenas e têm importância fundamental nas suas economias. Muitos dos maiores grupos econômicos existentes no mundo nasceram como micro ou pequena empresa.

São grupos de empresários de um mesmo segmento que se reúnem periodicamente, orientados por um consultor da ACIRP, para discutirem seus problemas comuns e buscarem soluções conjuntas.

 

Objetivos:

› Combater o isolamento da micro e pequena empresa

› Promover o associativismo

› Promover o desenvolvimento da empresa, do seu setor e da economia

› Expandir o quadro de associados

› Aprendizagem permanente

 

Como funciona:

› Identificar os problemas das empresas participantes

› Identificar suas necessidades e objetivos

› Trocar informações e experiências

› Decidir e realizar atividades de treinamento e consultoria

› Negociar com fornecedores e clientes sobre bens e serviços

› Buscar soluções em conjunto

 

Resultados:

Antes:

› Empresários que atuam num mesmo ramo de atividade eram vistos como concorrentes e inimigos

Depois:

› São vistos como colegas que atuam no mesmo setor, com problemas semelhantes e experiências afins.

› Aumento da competitividade

› Aumento do faturamento

› Promoção da geração de emprego e renda

› União da classe empresarial

› Aumento do intercâmbio de informações

Casos de sucesso

Fortaleça seu negócio

Descubra as vantagens de ser associado ACIRP.